6.11.10

IGUAL, SÓ QUE DIFERENTE


Como vocês podem ver, alterei o template do blog, mas o fiz contra minha vontade. Sempre gostei tanto daquele anterior, que minha amigairmã Katchoo criou para mim de presente... Porém, ela o criou para a antiga versão Blogger do Memórias do Subsolo, e, quando o Blogger Brasil começou a boicotar os blogs de não assinantes, Katchoo adaptou os códigos do template para o Blogspot.

Esse arranjo funcionou, com alguns percalços de formatação (fontes diferentes, linhas emboladas uma nas outras, às vezes, apesar de todos os meus esforços de edição), até dias atrás, quando uma zica federal bagunçou de vez os posts do Memórias e os deixou todos desformatados... Com medo de perder as postagens, acabei me rendendo e colocando um novo template, do Blogspot mesmo.

Contudo, fiquei feliz ao perceber que seria possível manter que nem que fosse um pedacinho do template antigo: consegui sobrepor ao novo a imagem de abertura. Ficou meio estranha quando contraposta aos livros que aparecem no fundo, mas, convenhamos: subsolos não foram feitos para serem lugares convencionais, não é verdade?...

Outro fato que lamentei, e muito, foi a perda dos comentários dos posts. Como no template anterior o provedor de comentários era diferente do oferecido pelo Blogspot, ele foi eliminado na troca e, com ele, tudo o que vocês haviam escrito de legal para mim!... ARGH! Isso me deixou chateada de verdade. Até tentei importar os comentários, mas não teve jeito... Damn.

Bem, é isso... o Memórias do Subsolo está de cara nova, mas as idéias perturbadas que nele se publicam continuam exatamente as mesmas!

(A foto acima eu tirei de uma obra exposta na Bienal de São Paulo. Isso é péssimo de dizer, mas não sei quem é o autor... Quem souber me diz, para eu poder colocar o devido crédito? Obrigada!)

2 comentários:

Luci Cardinelli disse...

Que pena ter perdido os comentários! Mas vida novo com a nova casa!

Sobre o post anterior vc sabe minha opinião. Concordo com muitos ali, mas me perdoa.. o Jake Gyllenhaal está horroroso com esse cabelo mais horroroso ainda. Pelo jeito basta ter cabelo comprido né? mas não é bem assim, há cabelos e cabelos.

beijãooo

Gilson disse...

Bem vinda ao Blogspot, gostei da nova roupagem, ficou interessante.
Mas o que importa é o conteúdo e a autora deles.
Só não vale aquele bando de cabeludos...rs.rs...

Bjs